Documento sem título

13/04/2019 às 08:30

Semana acaba do milho ainda estável em Chicago

A Bolsa de Chicago (CBOT) encerrou a semana com os preços internacionais do milho futuro operando próximos da estabilidade, mas com leves altas nessa sexta-feira (12). As principais cotações registraram valorizações entre 0,5 e 1 ponto.

O vencimento maio/19 foi cotado à US$ 3,61, o julho/19 valia US$ 3,69 e o setembro/19 foi negociado por US$ 3,77.

Segundo análise de Ben Potter da Farm Futures, os preços do milho passaram a maior parte da sexta-feira com leves quedas, mas subiram para o final com pequenos ganhos. Algumas manobras técnicas foram o que sustentaram essas pequenas movimentações para cima.

Já os analistas da ARC Mercosul apontam que as cotações da soja e do milho encerraram a sessão de hoje praticamente estáveis, com o mercado apático diante da falta de novidades, principalmente relacionadas a disputa comercial entre China e Estados Unidos.

“O maior foco agora é no início da safra norte-americana, que segue com operações a campo praticamente estagnadas. O problema sanitário na China preocupa o mercado, já que a Febre Suína Africana segue se espalhando e trazendo reduções no rebanho suíno, o que tem impulsionado as exportações de carne suína ao país e fomentado altas nos preços do produto no mercado global”, dizem.

As ofertas de base de milho foram em grande parte simples, mas estritamente misturadas sexta-feira, movendo-se tanto quanto 2 centavos acima e 2 centavos mais baixos em locais do centro-oeste americano.

Mercado Interno

Já no mercado interno, os preços do milho disponível permaneceram sem movimentações em sua maioria. Em levantamento realizado pela equipe do Notícias Agrícolas, as desvalorizações apareceram somente nas praças de Palma Sola/SC (1,64% e preço de R$ 30,00) e São Gabriel do Oeste/MS (1,82% e preço de R$ 27,00).

As valorizações foram percebidas em Campinas/SP (1,26% e preço de R$ 39,40), Dourados/MS (1,67% e preço de R$ 30,50) e Porto Paranaguá/PR (3,13% e preço de R$ 33,00).

De acordo com a XP Investimentos, essa é mais uma semana que se encerra com pressão baixista e queda intensa de preços no mercado paulista de milho. Ao longo dela, tanto a agencia nacional (CONAB) quanto a internacional (USDA) revisaram positivamente suas estimativas de produção e estoques finais para o milho.

Confira como ficaram as cotações nessa sexta-feira:

>> MILHO

Tags: Milho
Por: Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas


SAC: contato@itaquiraiemfoco.com.br

E-mail: Fabio@itaquiraiemfoco.com.br


Clique e Veja Mais Notícias de Itaquiraí


(67) 9823-5388