Sintomas confundem e simples resfriados estão levando muitos a fazer teste de Covid; saiba a diferença

PATRÍCIA PASQUINI

S√ÉO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – No inverno e com o tempo seco é comum o aumento de episódios de doen√ßas respiratórias, como gripe, resfriado, sinusite e rinite. Alguns sintomas, como a dor de garganta, podem estar presentes em todas essas doen√ßas, assim como nos quadros de infec√ß√£o pelo coronavírus.

A dor de garganta se dá pelo acometimento da mucosa e pelo fato de a secreção do nariz pingar na faringe.

Em tempos de Covid-19, é comum que os pacientes procurem um médico ao menor sintoma de doen√ßa respiratória, até mesmo quando se trata de um simples resfriado.

Foto Pixabay

“O que a Covid-19 tem muito mais frequente do que qualquer virose é que acomete o pulm√£o e leva a insuficiência respiratória grave com maior frequência”, explica Luís Fernando Camargo, professor da Faculdade Israelita de Ciência da Saúde Albert Einstein e infectologista do Hospital Israelita Albert Einstein.

“Vemos coisas que n√£o s√£o observadas nas outras doen√ßas, como os eventos de trombose, les√£o da via aérea com pneumotórax, embolia de pulm√£o, sintomas neurológicos e sequelas de longo prazo.

A Covid-19 é uma virose respiratória como qualquer outra, mas a falta de imunidade leva a casos mais graves. As taxas de mortalidade e de complica√ß√£o s√£o bem maiores”, completa.

A Folha de S.Paulo explica a diferença entre a Covid-19, gripe, o resfriado, a sinusite e a rinite.

GRIPE

É uma infec√ß√£o causada pelo vírus influenza Acomete a via respiratória -nariz, seio da face, traqueia e pulm√£o- em uma intensidade muito maior do que um resfriado Sintomas: coriza, espirros, dor de garganta, dor de cabe√ßa, tosse e febre alta Se n√£o forem tratados, os quadros gripais podem evoluir para infec√ß√£o bacteriana e pneumonia Oseltamivir, comercializado sob a marca Tamiflu, é um antiviral usado no tratamento de gripe por influenza; o medicamento é distribuído nos postos de saúde a pacientes com prescri√ß√£o médica

RESFRIADO

Infec√ß√£o viral no nariz e na garganta, mas sem gravidade Também é causado por vírus; mais comumene pelo rinovírus Sintomas: coriza, espirros, dor de garganta, tosse, febre baixa e um pouco de cansa√ßo N√£o h√° medica√ß√£o específica e geralmente melhora em poucos dias; contra a congest√£o nasal, o ideal é usar soro fisiológico ou Rinossoro Camargo alerta para o cuidado com a automedica√ß√£o: “Os remédios que secam o nariz e trazem a sensa√ß√£o de melhora, por exemplo, podem causar eventos adversos indesej√°veis, como o aumento da press√£o arterial e de infec√ß√£o bacteriana por acumular secre√ß√£o nos seios da face”

SINUSITE

Qualquer infec√ß√£o que afeta o seio da face Causada por vírus que causam o resfriado comum e eventualmente o da gripe Sintomas: coriza, dor de garganta, febre, tosse, dor de cabe√ßa e na ma√ß√£ do rosto, mal-estar, cansa√ßo, redu√ß√£o do olfato “Quase todas as sinusites s√£o virais e muitas vezes as pessoas tomam antibióticos desnecessariamente. O uso de antibióticos é indicado se houver como complica√ß√£o uma sinusite bacteriana”, alerta Camargo

RINITE

Acomete a mucosa do nariz Sintomas: coriza, espirros, sangramento nasal, sensa√ß√£o de catarro, prurido no ouvido, dor de garganta e facial, altera√ß√£o no paladar, febre baixa e irrita√ß√£o nos olhos quando de fundo alérgico Geralmente, as crises n√£o trazem complica√ß√Ķes Lavagem nasal, indicada para os casos acima

Na falta do soro fisiológico 0,9%, prepare um soro caseiro: 1 litro de √°gua fervida ou filtrada, acrescida de duas colheres (ch√°) de sal e 1 colher (ch√°) de bicarbonato; coloque a solu√ß√£o em uma seringa com capacidade para 20 ml e aplique

COVID-19

Infec√ß√£o respiratória aguda causada pelo Sars-CoV-2, da família dos coronavírus, que pode levar à morte Sintomas: tosse seca, febre, dor no corpo, indisposi√ß√£o, perda de olfato e paladar, diarreia e dor de cabe√ßa e nas costas; no caso da variante delta, h√° sintomas parecidos com os de um resfriado, o que inclui coriza e espirros com mais frequência.

A infec√ß√£o pelo coronavírus pode ser evitada com distanciamento físico, uso de √°lcool em gel e preferência por locais com ventila√ß√£o natural, além da vacina√ß√£o Para influenza e coronavírus, h√° vacina É importante que a popula√ß√£o se vacine contra a gripe e contra a Covid-19. As duas vacinas s√£o ofertadas pelo PNI (Programa Nacional de Imuniza√ß√£o).

A vacina contra o vírus influenza reduz o risco de complica√ß√Ķes respiratórias e de pneumonia. S√£o necess√°rias duas semanas para que o imunizante comece a fazer efeito. A a√ß√£o acontece sempre no outono para oferecer prote√ß√£o no inverno, quando ocorre maior circula√ß√£o do vírus.

Como os vírus da gripe têm diferentes muta√ß√Ķes e variantes, é necess√°rio o desenvolvimento a cada ano de novas vacinas específicas para a cepa em circula√ß√£o.

A vacina√ß√£o contra o coronavírus teve início em 2021. Alguns especialistas acreditam que, como se trata de um vírus respiratório, a imuniza√ß√£o dever√° passar a ocorrer anualmente.

O estado de S√£o Paulo superou nesta quinta-feira (29) a marca de mais de 10 milh√Ķes de pessoas com esquema vacinal completo contra a Covid-19, composto por duas doses no caso dos imunizantes do Butantan/Coronavac, Fiocruz/Astrazeneca/Oxford e da Pfizer, ou por dose única da Janssen.

S√£o 9 milh√Ķes de vacinados com a segunda dose e 1 milh√£o com a dose única. O balan√ßo também aponta mais de 26 milh√Ķes de aplica√ß√Ķes de primeira dose.

Os dados indicam que 76,9% da população adulta residente no estado já recebeu ao menos uma dose da vacina.

Como as duas campanhas de vacina√ß√£o -contra a gripe e a Covid-19- coincidem, a orienta√ß√£o é priorizar a vacina contra a Covid-19 e respeitar o intervalo mínimo de 14 dias entre quaisquer das doses das duas vacinas.