Vinte e seis anos após chutar santa, pastor volta a condenar "idolatria"

Sérgio Von Helder, de 62 anos, ressurgiu nas redes sociais para atacar o Dia de Nossa Senhora Aparecida, celebrado nesta terça-feira (12/10). Ele é o ex-bispo da igreja Universal que na mesma data, em 1995, chutou uma imagem da padroeira do Brasil, se tornando um símbolo da intolerância religiosa.

O pastor usou uma live no Facebook na última sexta-feira (8/10) para atacar outros religiosos que, segundo ele, não condenam a “idolatria”. Sérgio justificou que é “estúpido” falar coisas de Deus e não criticar crê em imagens. Ele condenou até o Papai Noel, sugerindo que a lenda de Natal pode levar ao inferno.

Foto: Reprodução

“Porque se a criança morrer crendo em Papai Noel, ela está salva, porque ela é inocente. E os pais?”, questiona o ex-bispo na transmissão ao vivo.

“Vovózinha católica”

Von Helder rompeu com a igreja Universal e atualmente faz pregações pela internet, sem estar vinculado a outra denominação religiosa. O episódio do chute na santa em 1995 foi condenado até pelo bispo Edir Macedo, líder da Universal.

Para ler a matéria completa no portal Metrópoles, parceiro da Banda B, clique aqui.