Dentista é sequestrado por criminosos, obrigado a fazer transferências e deixado na BR-262 em Campo Grande

Dentista é sequestrado por criminosos, obrigado a fazer transferências e deixado na BR-262 em Campo Grande

Um dentista, de 30 anos, foi sequestrado na noite de sábado (8) no bairro Tiradentes, em Campo Grande. Ele foi mantido dentro de seu veículo enquanto era obrigado a fazer transferências bancárias. Os bandidos fugiram levando o veículo da vítima.

O sequestro aconteceu por volta das 22h30, próximo a um supermercado, quando a vítima, que estava com seu veículo Honda City (QAL3518), foi abordada por quatro homens, um deles armado.

O dentista foi colocado no banco traseiro do seu veículo enquanto os criminosos trafegavam pelo bairro Nova Lima, inclusive pararam em uma conveniência, onde compraram bebidas e outros objetos com o cartão da vítima.

Ainda dentro do carro, os criminosos a obrigaram a fazer transferências via pix, sendo uma de R$1 mil e outra de R$200.

Vítima deixada na BR-262

Em seguida, os criminosos seguiram para a BR-262 e abandonaram a vítima próximo a duas fazendas na saída para Três Lagoas e fugiram levando o veículo. Segundo relato do dentista para a polícia, ouviu os criminosos dizendo que levariam o veículo para o Paraguai.

O dentista pediu socorro em uma das fazendas. A Polícia Militar foi acionada e encaminhou a vítima para a Delegacia. O homem recusou atendimento médico e psicológico.

Nervoso e apreensivo, o dentista depois teria dito que foi colocado no banco do passageiro da frente e por isso não conseguiu ver características dos autores que estavam no banco de trás, porém o motorista era era moreno, de 1,70 de altura, camiseta branca, calça tactel escura e tênis. Todos teriam entre 18 e 20 anos.

Por fim, uma das agências bancárias informou à vítima que após a liberarem, os bandidos ainda realizaram compras em outros comércios.

O caso foi registrado como extorsão qualificada se o crime é cometido mediante a restrição de liberdade da vítima.